CLICAR EM BOM PORTUGUÊS

cLiCaR e CoÇaR é Só CoMeÇar

CLICAR E COÇAR É SÓ COMEÇAR

Já que teclamos a mesma língua, fique a vontade!

Apesar de existir um MOUSE entre nós, você se sentirá bem melhor após visitar o CLICAR, vem pra cá!

Se gostou recomende aos seus amigos...Se não gostou indique para os seus inimigos (se tiver)...

Ao sair, clique e deixe o seu comentário!


oLhA a HoRa!!!

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Avaliação Parcial Projeto de Leitura


A Maldição do tesouro do Faraó


Obra: A Maldição do tesouro do Faraó

Edição: 6º edição
Editora: Editora Ática













Autor:Sérsi Bardari. Quando era pequeno ele costumava dizer que ia ser arquiteto. Desde 1954, ano em que nasceu, sempre morou em apartamento e logo se acostumou a olhar São Paulo pela janela. Ainda criança, ele descobriu a leitura como companhia. Uma companhia que o desviava, aos poucos, do caminho da arquitetura e lhe ensinava a gostar de poesia. E os primeiros versos do adolescente acabaram por levá-lo para profissões onde a escrita é importante. Hoje, formado em publicidade e jornalismo, ele desenvolve vários trabalhos nessas duas áreas e escreve para jovens, sua atividade favorita.

Assunto: Ciro e Roxana quando entram em férias, resolvem viajar com o pai para o Egito, só que lá acontece muitas coisas e muitas surpresas para os três.

Personagem: Ciro - Um menino inteligente, querido, impaciente, dedicado e curioso. Tem cabelos loiros e olhos azuis.
Roxana - Uma menina, como o irmão muito impaciente, mas é dedicada e se preocupa muito com a família. Tem cabelos e olhos castanhos.

Narrador - Narrador - observador, terceira pessoa.

Justificar o titulo: Por que Ciro está cada vez mais perto de descobrir a maldição do tesouro do faraó.

Conflito: O roubo da Coroa de Tutancâmon.

Linguagem: Fácil, pois consegui ler sem dificuldades, as palavras estão claras o que dá fácil entendimento.

Espaço: A história acontece em vários lugares, no avião, e depois em vários lugares do Egito, onde estão a passeio.
Ambiente: São lugares interessantes, educativos, dão um pouco de medo mas não deixa o lugar sem graça.
Tempo: A história acontece em semanas, nas férias de Ciro e Roxana.
Tema: Falar de lugares interessantes do Egito que é pouco conhecido pelas pessoas daqui do brasil e também mostrar que em uma família, que estão viajando normalmente podem acontecer coisas que nem eles acreditam.
Comentário critico, observando verossimilhança relacionando com tema e outras obras: A história é boa pois fala de lugares interessantes educativos e faz as pessoas interagir mais facilmente com o livro deixando a história com mais aventura, fazendo com que leitor fique com mais vontade de ler .

 
Ao lado, o rosto do faraó




sexta-feira, 10 de julho de 2015

Trabalho 2º BimestrE 8ºs Anos

LISTA DE EXERCÍCIOS


1- Complete as lacunas, usando: por que, porque, porquê ou por quê:
a) Você não foi à escola ........................... ?
b) Ele chega atrasado ................................ acorda tarde.
c) Não entendo o ............................... de tanto atraso.
d) Não sei ................................... ele chega atrasado.
e) ................................. não me disse a verdade?
f) Este ....................... é um substantivo.
g) É uma conjunção .......................... liga duas orações.
h) Esta é a mulher ................................... vivo.
i) Existem quatro ................................ .

2) De acordo com o que você leu no post anterior sobre o uso dos porquês, justifique o emprego dos mesmos nos períodos a seguir:
a) Por que você não foi á festa?
..........................................................................................................
b) Gostaria de saber por que ele não me avisou sobre a viagem.
..........................................................................................................
c) Não houve aula porque faltou energia.
..........................................................................................................
d) Nem o próprio ministro sabia o porquê da inflação.
..........................................................................................................
e) A garota não veio por quê?
..........................................................................................................
3) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas das frases abaixo:
a)”A maioria das pessoas não entendem ........................... existe tanta violência.
b) Há muita maldade ............................... o dinheiro é o grande envenenador da alma.
c) ......................... você está triste?
d) O cantor foi logo embora e ninguém sabe o ...................
e) O senhor não me ajudou, ....................................... ?

A)(  ) por que, por que, por quê, porque, porquê
B)(  ) por que, porque, por que, porquê, por quê.
C)(  ) por que, porquê, porque, por quê, por que
D)(  ) porque, por que, porquê, por quê, porque
E)(  ) porquê, por que, por que, porquê, por que

4) Escreva CERTO ou ERRADO diante das alternativas, de acordo com as regras dos uso dos porquês:
a) (....................) Todos temos um porquê em nossa vida.
b) (....................) Porque você me procura, se nós não temos nada em comum?
c) (....................) Não tenho razões por que desconfiar dela.
d) (....................) Alunos, por que vocês não querem estudar?
e) (....................) A falta de amor ao próximo é um dos porquês de tanta desigualdade social.
f) (.................... ) Os projetos não foram concluídos ainda, por quê?
g) (................... ) A notícia porque esperava é esta. 

HOMÔNIMOS E PARÔNIMOS


Complete com Há, a ou à:
1)Daqui ___ pouco rezaremos pelo sucesso da cirurgia.
2)Parece que foi ___ tão pouco tempo.
3)____ alguns anos, os vestibulares se constituíam de questões dissertativas.
4)____ bem pouco tempo, todos os vestibulares no Brasil constarão de questões subjetivas.
5)Ela chorava de medo ___ muitas horas e sempre ____ tardinha. 



01. A firma possuía um              (bom) administrador.
02. Ficamos preocupados,              (quando) ouvimos a notícia.
03. O                 l (bem) está sempre à nossa volta.
04. Eu          (bem) compreendia o que estava acontecendo.
05.             (quando) saímos de casa, quase fomos assaltados.
06. Antônio fala             (bem) o Inglês.
07. Não seja pessimista, nem todo o político é            (bom).
08. O combate entre as forças do bem e do              é eterno.
09. Ele jamais entenderá o                   (bem) que causou a todos.
10. Está com um                incurável (doença).

REDAÇÃO:



Denver o cão Culpado...


Tema: Cães




LEIA OS TEXTOS:

Texto 1

    “Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. Um cão não julga os outros por sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro.
    Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro. Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele. É realmente muito simples, mas mesmo assim, nós humanos, tão mais sábios e sofisticados, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não.”
(Do Livro Marley & Eu))

Texto 2

 
(Revista Veja Julho 2009 Reportagem especial sobre cães)

Texto 3



A Disciplina Do Amor


    Foi na França, durante a segunda grande guerra: um jovem tinha um cachorro que todos os dias, pontualmente, ia esperá-lo voltar do trabalho. Postava-se na esquina, um pouco antes das seis da tarde. Assim que via o dono, ia correndo ao seu encontro e na maior alegria, acompanhava-o com seu passinho saltitante de volta a casa. A vila inteira já conhecia o cachorro e as pessoas que passavam faziam-lhe festinhas e ele correspondia, chegava a correr todo animado atrás dos mais íntimos. Para logo voltar atento ao seu posto e ali ficar sentado até o momento em que seu dono apontava lá longe. Mas eu avisei que o tempo era de guerra, o jovem foi convocado. Pensa que o cachorro deixou de esperá-lo? Continuou a ir diariamente até a esquina, fixo olhar ansioso naquele único ponto, a orelha em pé, atenta ao menor ruído que pudesse indicar a presença do dono bem-amado. Assim que anoitecia, ele voltava para casa e levava sua vida normal de cachorro até chegar o dia seguinte. Então, disciplinadamente, como se tivesse um relógio preso á pata, voltava ao seu posto de espera.
    O jovem morreu num bombardeio mas no pequeno coração do cachorro não morreu a esperança. Quiseram prendê-lo, distraí-lo. Tudo em vão. Quando ia chegando aquela hora ele disparava para o compromisso assumido, todos os dias. Todos os dias. Com o passar dos anos ( a memória dos homens!) as pessoas foram se esquecendo do jovem soldado que não voltou. Casou-se a noiva com um primo. Os familiares voltaram-se para outros familiares. Os amigos, para outros amigos. Só o cachorro já velhíssimo (era jovem quando o jovem partiu) continuou a esperá-lo na sua esquina.
    As pessoas estranhavam, mas quem esse cachorro está esperando?... Uma tarde (era inverno) ele lá ficou, o focinho voltado para aquela direção.

Lygia Fagundes Telles

Texto 4

Curiosidades caninas

       Existem dúvidas frequentes sobre algumas características caninas. Neste contexto iremos abordar dúvidas, como por exemplo: por que o focinho de cães é frio e úmido? Cães sentem calor? Existe olfato mais apurado do que de um cachorro?
       Veja agora como o olfato deste animal interfere em seu comportamento.
Já tocou no focinho de um cão? É gelado e umedecido, e a explicação reside no fato de que eles não conseguem suar como nós, e, consequentemente, sentem muito calor. Então, como eles fazem para eliminar os fluidos corpóreos?
       Os cães estão sempre ofegantes, esta é a maneira que eles encontram para se refrescar: a respiração rápida garante uma maior evaporação pelo nariz e ocasiona perda de calor.
       Em se tratando do olfato, os cães não deixam nada a desejar, a espécie é dotada de narinas superpotentes. No que se refere às células olfativas (etmoidais), responsáveis pela percepção de odor, podemos dizer que os cães contam com um volume quatro vezes maior que as do homem. O nariz de um canino possui cerca de 200 milhões destas células, enquanto que nossas narinas, contam com apenas 5 milhões.
       Toda essa dimensão é para garantir que seu melhor amigo sempre esteja atento quando você for preparar aquele prato especial. Não é por acaso que eles se desesperam quando estão com fome ou sentem faro de comida.

Por Líria Alves
Graduada em Química

Texto 5


"Já faz tempo, mas ninguém esquece. Em 1991, flagrado ao utilizar um carro oficial para levar sua cadela ao veterinário, o então ministro do Trabalho, Antonio Rogério Magri, deu a célebre declaração: 'Cachorro também é ser humano'".

(Laura Mattos, "Folha de S. Paulo", 2 de janeiro de 2008)

Texto 6


Troque seu cachorro
Por uma criança pobre
Sem parente, sem carinho
Sem rango, sem cobre

Deixe na história de sua vida
Uma notícia nobre...
Troque seu cachorro
Por uma criança pobre

Tem muita gente por aí
Que tá querendo levar
Uma vida de cão
Eu conheço um garotinho
Que queria ter nascido
Pastor-alemão

("Rock da Cachorra", Eduardo Dusek)

OUÇA A MÚSICA DA LETRA "Rock da Cachorra"


Antes de Escrever


Observações:





  • O seu texto deve ser escrito na modalidade padrão da Língua Portuguesa;
  • O texto não deve ser escrito em forma de poema (versos) ou narração;
  • A redação deve ter no mínimo 15 e no máximo 30 linhas escritas;
  • Não deixe de dar um título a sua redação;
  • Entrega seu texto até o dia 28/07/15, junto com o Trabalho Bimestral
    Poderá ser enviado via e-mail para pré correção para o endereço eletrônico;

    Elaboração da Proposta


    Professora Solange L. Marcondes

  • Reestruração da proposta: Professora Wilma Nunes Rangel

  • (Bidu)

    Memes de cães


    FimBom trabalho!



    sábado, 6 de junho de 2015

    Bela história da cadela que trabalha como motorista do dono deficiente

    A VIDA DIRIGIDA PELO MAIS FIEL AMIGO...

          A manhã azul e iluminada de sábado, me chegou gigante pela varanda, com a leitura online, a mistura de café com bolo de maça, castanha do pará e canela, recebi um "brilho" diferente no meu andar, ultimamente um tanto quanto resoluto, duvidoso, inseguro, incerto... com rumos alterados, passos que, esse mesmo...que me leva à vida...com meu andar pausado, puxando quase imperceptivelmente a perna esquerda (geneticamente similar ao do meu pai)...e que já de quarentena...me leva à Luta, com as atividades da justa e digna Greve no Paraná, não seguem minha habitual rotina...segui as patinhas de Big Yellow, essa cadelinha fofa, primeiro pelas fotos, muito bem planejadas por China Bouncing. 

           Mas olha a ironia do destino...realmente a vida nos prega peças...somos o que fazemos!! Repito constantemente esse chavão como ideologia existencial... Impressionante isso...mas a profissão do dono da nossa protagonista da fuça gélida, é ser engraxate, seria comum...tudo bem! Mas Ma'nao é paraplégico e cadeirante! É de impressionar...e me dar ânimo...nessa minha cara amarela e cansada! Dar brilho ao caminhar de outras pessoas...enquanto não possui essa possibilidade!

    Ótima leitura!
    PtD: Wilm@


    Todos os dias, o chinês Ma’nao, de 59 anos, sai de sua casa para ir até o ponto em que costuma engraxar e consertar sapatos acompanhado de Big Yellow, uma cadelinha pra lá de especial. Esta seria uma cena comum se não fosse por um detalhe: o engraxate, que é paraplégico, usa uma cadeira de rodas improvisada para se movimentar e sua fiel companheira ajuda a empurrá-lo.
    Ma’nao vive em uma vila chamada Magou, em Louyang, na China, e ganha a vida engraxando sapatos. Aos seis anos de idade, ele sofreu de poliomielite, doença que o deixou sem o movimento das pernas. Com poucos recursos, o chinês criou uma espécie de cadeira de rodas, mas nem sempre é fácil andar pra lá e pra cá. Sem filhos e viúvo, Ma’nao vive há anos na companhia de seus cachorros, cuja lealdade não se pode questionar.
    Big Yellow, que tem 2 anos, está sempre ao lado do dono e pronta para ajudar quando preciso. Na hora do almoço, a cadela sai para procurar restos de comida em restaurantes e lanchonetes da região, já que, com pouco dinheiro, Ma’nao nem sempre consegue alimentá-la.
    A emocionante história se tornou viral na China e chegou aos ouvidos do governo chinês, que ofereceu a Ma’nao ajuda financeira e uma cadeira de rodas nova. Apesar de tentar se adaptar à nova cadeira, o engraxate afirma estar acostumado com a antiga e, provavelmente, irá continuar contando com a ajuda de Big Yellow

    cadeira-rodas-cachorro1
    .
    cadeira-rodas-cachorro2

    cadeira-rodas-cachorro3




    *Fonte: http://www.hypeness.com.br/2015/01/a-emocionante-historia-da-cadela-que-empurra-seu-dono-deficiente-para-o-trabalho-todos-os-dias/

    segunda-feira, 1 de junho de 2015

    Greve de Fome em apoio aos professores

    A GENTE NÃO SÓ QUER COMIDA! A GENTE QUER COMIDA, DIVERSÃO  E ARTE!




    O professor Pierre Pinto, de 39 anos, que mora em Boa Vista, em Roraima, decidiu se acorrentar a uma placa em frente à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e fazer greve de fome em apoio aos professores e funcionários da rede estadual de ensino do Paraná – que estão em greve desde o dia 25 de abril.
    Fiquei angustiado com a situação dos professores do Paraná e resolvi iniciar essa greve de fome em solidariedade a todos"
    Pierre Pinto, professor
    "Eu sou professor do Instituto Federal de Roraima e tenho um irmão que é professor aqui no Paraná. Fiquei angustiado com a situação dos professores do estado e resolvi iniciar essa greve de fome em solidariedade a todos", disse Pierre.

    O professor garante que está acorrentado e sem comer desde segunda-feira (25) e disse que só vai encerrar o ato quando o governo recuar e decidir pagar os 8,17% de reajuste salarial exigido pela categoria.
    No dia 14 de maio, o Governo do Paraná anunciou o reajuste salarial ao funcionalismo do estado de 5%. Mesmo com o anúncio, os professores decidiram manter a greve. O percentual de 8,17% é referente à reposição da inflação dos últimos anos, segundo os professores.

    Professor de Roraima faz ato solidário em apoio aos professores em greve no Paraná  (Foto: Fernanda Fraga / RPC)Professor de Roraima faz ato solidário em apoio aos professores em greve no Paraná (Foto: Fernanda Fraga / RPa/noticia/2015/05/homem-se-acorrenta-e-faz-greve-de-fome-em-apoio-aos-professores-do-pr.htmlEspecialista em educação, Marcos Meier diz: 


    Nenhum professor gosta de greve!


    O acúmulo posterior de atividades é enorme. Serão perdidos dias usados para planejar e organizar aulas em julho e dezembro. E ainda não há como prever até quando as aulas de reposição irão ocorrer”.
    O psicólogo especialista em educação Marcos Meier explicou que os maiores prejudicados com o impasse entre servidores e governo são os milhares de estudantes que sofrerão com as alterações no calendário escolar. Por lei, os alunos têm de ter, ao menos, 200 dias letivos.
    Diante do tempo perdido, neste momento, é preciso a colaboração dos alunos, ressalta o educador. “Os estudantes, sobretudo aqueles que irão prestar vestibular e o ENEM, precisam aproveitar ao máximo este período para estudar. É fundamental que o estudante colabore".
    A paralisação já não é benéfica para nenhum dos envolvidos, explica o educador.  “O Governo mancha sua imagem por não resolver um impasse que já poderia ter sido resolvido. Professores terão um acúmulo enorme de trabalho. Pais não tem onde deixar seus filhos e, lógico, esses jovens estão perdendo aula”.
    Sobre o prejuízo para os alunos, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Paraná (APP-Sindicato), Hermes Leão, afirma que essa é uma preocupação constante para os profissionais da educação que estão longe das salas de aula.
    "Temos conversado muito com os pais de estudantes para que o calendário de reposição não seja tão cansativo para os alunos. Já estamos estudando a ideia de que, por exemplo, os estudantes tenham uma aula a mais por dia. Para isso, talvez eles tenham que entrar mais cedo e sair mais tarde. Enfim, é uma das possibilidades, mas só poderemos acertar isso após o fim da greve", disse Hermes.
    "Já que o governo não se preocupa com os servidores, poderia se preocupar com os alunos e com a educação e entrar em um acordo logo", reiterou o presidente do sindicato.

    Adriana Justi e Fernanda Fraga
    Do G1 PR e da RPC